Processando...

Releases

PROTEÇÃO ANIMAL: 5 dicas de primeiros socorros

27/10/2015 às 16:37

O médico veterinário Fábio Futema, que participou do Encontro Nacional de Ativistas e Protetores dos Animais (ENAPA), dá orientações sobre como atender animais que necessitam de resgate imediato.

  1. Mantenha a calma: a pessoa que presta os primeiros socorros deve agir imediatamente, mas com tranquilidade. O socorrista deve transmitir segurança, mostrar ao animal que ele não é o agressor. Por isso, os atos devem ser lentos e sem agressividade, para não assustar ainda mais o cão ou gatinho.
  2. Risco iminente: todas as ocorrências que podem levar à morte exigem ação rápida, como: atropelamentos, queimaduras, intoxicações alimentares, fraturas, mordeduras ou brigas, acidentes com cobras ou aranhas.
  3. Lado a lado. Não abandone o animal, fique ao lado, encoste. O toque é extremamente importante.
  4. Mordidas. O animal com dor e medo pode se manifestar com mordidas. Se necessário, utilize uma mordaça (em situações extremas utilize seu cadarço), mas sempre com muito cuidado e delicadeza.
  5.  Ajuda do veterinário. Ligue para um hospital público veterinário ou procure o médico veterinário de sua confiança. Lembre-se que não há aspectos legais que façam um profissional fora da rede pública atender gratuitamente.

 




O que fazemos Quem Somos
Solicite uma visita